"Que sorte tens por ele te ajudar em casa"

quinta-feira, novembro 08, 2018
       "Que sorte tens por ele te ajudar em casa" dizem-me. Respondo que não. Não tenho sorte. E sim, ele está com a esfregona a limpar o chão do corredor nas fotografias. Não, não é só para a fotografia. Estava mesmo o chão a ser limpo por ele. Confusos?!

que sorte por ele ajudar em casa + não há sorte + há dever cumprido + blogue de casal + ela e ele+ ele e ela + blogue português + pedro e telma (2)
        Dividimos tarefas para simplificar e por uma questão de organização, mas não existe uma divisão de tarefas por género. Não faz sentido. Portanto ele não me ajuda. Cumpre o seu dever e eu cumpro o meu. Cada um escolhe as tarefas que nos são mais confortáveis. Ele prefere tirar a loiça da máquina e arrumá-la, mas não tem tanta facilidade em organizar a loiça dentro da máquina, que é tarefa minha. Cozinhamos juntos e ele corta a cebola e vai mexendo os refogados, sendo que eu me despacho mais no corte dos legumes e organizo a preparação da receita entre os dois. Eu costumo tratar da cozinha, ele da sala e o resto dividimos de semana para semana. Ele passeia a cadela e leva o lixo, eu escovo o gato e lavo os dentes à cadela. Enfim, já deu para perceber como funciona, não já? Não é assim tão difícil... E nenhum de nós sai sobrecarregado com as tarefas domésticas do quotidiano. Os dois usufruímos da casa, portanto os dois limpamos e organizamos. Ninguém ajuda ninguém. Cada um cumpre o seu dever.
         Mesmo depois de explicar isto há mulheres que me dizem "mas ele não foi educado" ou "é que ele não sabe fazer". Pois bem, então ensinem, porque vocês também não nasceram ensinadas e também não vão saber fazer tantas outras coisas que eles vos podem ensinar. Saibam também descobrir juntos como se faz tantas outras coisas. A construção da vida em casal compete aos dois, tal como as lides domésticas. 

que sorte por ele ajudar em casa + não há sorte + há dever cumprido + blogue de casal + ela e ele+ ele e ela + blogue português + pedro e telma (2)
Se quiserem saber mais sobre esta esfregona e balde, podem ler o artigo completo que escrevemos sobre aquela que é, para nós, a melhor ajuda para quem tem animais em casa!
        Porque fora do lar, pode haver uma sociedade machista em evolução, mas cá dentro é diferente. Cá dento não se procura igualdade. Não se procura ver quem é o melhor. Sabemos que somos melhores os dois se formarmos a equipa que somos em casal. Cá dentro já sabemos que criamos todos os dias o nosso mundo perfeito.


Se gostaste do artigo, segue-nos no facebook e instagram.
Se quiseres ler mais, então não te esqueças de o partilhar e/ou comentar com a tua opinião.

15 comentários

  1. Sempre detestei a expressão "ajudar"! Se duas pessoas moram na mesma casa e sujam por igual, devem limpar por igual. É responsabilidade dos 2, lá porque uma pessoa tem um certo tipo de genitais, não quer dizer que seja responsável pelo que a outra suja. Tal como vocês dizem, um casal é (deve ser) uma equipa. Nem há outra opção que faça sentido. Felicidades :)

    (Também odeio, odeio odeio quando dizem que um homem/pai faz "babysitting" aos próprios filhos. Ser pai não é ter um trabalho part-time, e ser mãe não é um trabalho full-time.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade!!! Tanta coisa muda e esta perspectiva individual continua tão atrasada. Isto tem que mudar! Não podemos deixar que continue assim... Até pelo bem-estar dos dois que não sabem o valor que é ser-se realmente uma equipa em casal. E é mesmo como dizes, um pai e uma mãe tem uma responsabilidade por igual. Vão divertir-se mais, vão ser mais unidos. Vai compensar muito!

      Eliminar
  2. Há muitas pessoas que deviam ler isto! Porque quebrar preconceitos e lutar pela igualdade também passa por esta desconstrução. Se os dois usufruem da casa, ambos têm responsabilidades, portanto, não se trata de ajudar, trata-se, como referiram, de cada um fazer a sua parte. Essa divisão pode - e deve - ser flexível, porque não somos dotados para o mesmo, mas não pode ser ignorada, nem desigual.

    r: Oh, que queridos, obrigada *-*

    ResponderEliminar
  3. Concordo! Infelizmente ainda existem muitas mentalidades fechadas a isto. E difícil compreenderem que se é partilhado um espaço existe responsabilidade por parte dos dois para manterem o espaço limpo e organizado. Apesar de ainda não vivermos juntos, sempre que estamos na casa de um ou do outro, dividimos tarefas. Tenho a sorte do Piruças saber fazer tudo em casa, tal e qual como eu.Lá está! foi ensinado! e muitas das coisas aprendeu sozinho! mas faz e é desenrascado!

    ResponderEliminar
  4. Ora nem mais! Os dois sujam, os dois limpam, tão natural que nem entendo quem não aceita isso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Outra coisa: fiquei tão confusa que publiquei e depois apaguei o último comentário que deixaram hoje lá no blog. Li e achei carinhoso. Se quiserem repitam o comentário que publico de novo. Beijinhos

      Eliminar
  5. Tanta gente que devia ler este post!
    O que vale é que o meu Pedro é igualmente responsável!

    Foge de algumas tarefas, como eu fujo de outras que não gosto! Normal... , mas em breve a casa será dos dois e há que a estimar juntos.

    ResponderEliminar
  6. Concordo com este post a 100%! Converso tantas vezes isso com o meu namorado e tenho a sorte de ele achar o mesmo que eu (sorte no sentido de que se não fosse, esta relação não funcionava). Ajudamo-nos mutuamente e o que um não gosta de fazer faz o outro. E falo de ajudar no sentido de querer aliviar o outro de algo que não gosta de fazer, porque se nos ajudarmos a tempo inteiro essa ajuda é vista de maneira muito diferente. Concordo plenamente que o trabalho doméstico deve ser partilhado pelos dois e espero que as coisas sejam cada vez mais assim.

    Beijinhos,
    www.yellowrain.pt

    ResponderEliminar
  7. É que sem tirar nem pôr! Suja limpa! Desarruma arruma! Mas infelizmente nem toda a gente pensa como nós! Ainda vejo muita gente por aí que está habituado que seja a mulher a fazer tudo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pior do que isso é as mães acharem que temos que fazer as tarefas deles só porque eles trabalham muito...

      lol...

      Eliminar
  8. Super concordo contigo, não sorte nenhuma eles nos ajudarem, não fazem mais que a obrigação deles, não somos empregadas de ninguém.
    Beijinhos
    http://virginiaferreira91.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. Concordo totalmente! Se os dois utilizam a casa e a sujam então ambos têm que a limpar! Simples! :D
    beijinhos

    www.amarcadamarta.pt

    ResponderEliminar
  10. Também me dizem isso, que tenho sorte por o meu namorado me ajudar em casa. E também respondo Lol, não xuxu, ele vive em casa e só faz o dever dele que é participar nas tarefas domésticas. Nem sei qual mais me irrita, se essa ou Sabes cozinhar, então estás boa para casar. Minhanossasenhoradasazeitonas -_-

    ResponderEliminar
  11. Essa cultura machista é mesmo irritante e infelizmente não é só perpetuada por homens, mas por muitas mulheres e começa logo quando têm filhos homens e não os ensinam a cuidar de uma casa, o que é sempre necessário, não só para um dia dividirem tarefas com o seu parceiro, como também para viverem sozinhos e serem independentes e auto-suficientes.

    MRS. MARGOT

    ResponderEliminar
  12. Sim sim e sim, tão importante!
    Assim deveria ser em todas as casas!

    ResponderEliminar

Obrigado pelo comentário! Vamos responder-te no mais breve espaço de tempo que nos for possível. Um bem-haja!