Animais de estimação no casamento, sim ou não?

terça-feira, janeiro 29, 2019

       Não só vamos levar a nossa cadela ao nosso casamento, como ela é a nossa menina das alianças, como revelámos em primeira mão quando fomos ao programa Faz Sentido. Cada vez mais os noivos optam por levar o(s) seu(s) patudo(s) para o seu casamento. Um animal de estimação é um elemento muito importante nas vidas dos seus tutores e está sempre presente em todos os momentos das suas vidas, portanto por que não inclui-lo também na lista de convidados para o casório? Se estão a ponderar levar o vosso cão à vossa cerimónia, então nós temos alguns conselhos a dar-vos.

levar o cão ao casamento + animal de estimação + menina das alianças + blogue português de casal + blogue ela e ele+ ele e ela + pedro e telma
1. Ponderem consoante a personalidade do vosso animal.
       O vosso cão pode ser um convidado especial no vosso casamento, mas antes de pensarmos no que nós queremos, devemos pensar se seria uma experiência positiva para ele ou não. Excluam completamente a ideia de levar o gato, o periquito, a tartaruga. Não há necessidade de expor o vosso animal de estimação a uma viagem, a stress, a pressão do estar a conviver com muitas pessoas se este não está habituado ou simplesmente não gosta. Não será, de todo, uma experiência agradável para ele. Agora, se o vosso cão não se costuma incomodar com o barulho, com a presença de outras pessoas, se é bem comportado e, acima de tudo, obediente, então por que não equacionar que seja mais um convidado ou mesmo o menino das alianças ou a cadela ser mais uma das damas de honor?! É claro que não haverá garantias de que o cão se vá comportar exactamente da mesma forma que quando está em casa ou quando passeia convosco junto à praia. Podem considerar a opção de contratar um pet sitter ou alguém que tome conta dele, ou então optar por o levar com consideração que têm que lhes dedicar também a vossa atenção máxima.

2. Confirmem se o animal será aceite.
       Confirmem se a quinta irá aceitar ter um animal, se o espaço da cerimónia irá permitir a sua presença. Se a resposta dos fornecedores for negativa, podem optar por outro espaço ou optar por simplesmente tirar fotografias para enviar com os convites ou fazer uma sessão especial com ele pós-casamento.

levar o cão ao casamento + animal de estimação + menina das alianças + blogue português de casal + blogue ela e ele+ ele e ela + pedro e telma
3. Não comprometam a segurança pelo aspecto visual.
       Por muito engraçado que seja o cão estar vestido, lembrem-se que além de giro, deve também estar cómodo e em segurança. Poderem se correrá o risco de engolir algum detalhe ou de se sufocar com esses mesmos adereços. Ponderem que se casam no Verão, então o cão não poderá estar a passar por todo esse calor com roupa. Pensem que é preciso ter muita água disponível, e ração. Certifiquem-se de que não haverá plantas tóxicas e estejam atentos a todo o seu comportamento. Não corram riscos. Prefiram a segurança.

4. Informa os convidados.
       Se houver quem tenha alergia, ou simplesmente quem não queira conviver com o animal, então deve ter conhecimento de que ele lá irá estar. Não obriguem ninguém a conviver com o vosso patudo.

       Escolham bem o que preferem fazer. Ponderem bem a situação, se querem mesmo levar o vosso animal. Se não querem mesmo contratar alguém para tomar conta dele. 


Se gostaste do artigo, segue-nos no facebook e instagram.
Se quiseres ler mais, então não te esqueças de o partilhar e/ou comentar com a tua opinião.

Se gostam deste artigo, sugerimos que também leiam os seguintes artigos:

10 comentários

  1. Se fizer sentido para o casal, acho que é uma excelente decisão. E acredito que, se houver esses cuidados que mencionaram, correrá tudo pelo melhor :)
    Adorei quando fizeram essa partilha no Faz Sentido!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ela é a nossa menina. A menina dos nossos olhos. Faz todo o sentido que assim seja, para nós. E também fez todo o sentido essa partilha no programa ahah
      Ainda bem que gostaste! :)

      Eliminar
  2. Para mim fez todo o sentido! Eles fazem mais do que parte da família!

    THE PINK ELEPHANT SHOE

    ResponderEliminar
  3. Vai correr tudo bem,....adorei a vossa ideia, da vossa cadelinha levar as alianças,...diferente e original!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  4. Por acaso acho que nunca estive num casamento com animais presentes, mas acho que por mais que se queira ter o animal no casamento, devesse pensar sobretudo nele, já é um dia stressante para os noivos, não vão poder estar sempre de olho no animal porque vão ter mil coisas os que se preocupar, convidados para dar atenção, fotografias para aqui e para acolá. Acho que se deve pensar se o animal vai estar confortável, com a atenção necessária... senão não vale a pena, gosto da vossa ideia de fazer uma sessão com eles, acho lindo e assim fica no álbum. ☺️

    MRS. MARGOT

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem que ser uma decisão muito bem pensada, planeada e com toda a dedicação tem que se tomar uma decisão. Obrigado pelo carinhoso comentário!

      Eliminar
  5. Concordo plenamente! Animais de estimação são familia, não são seres estranhos. Obviamente que há que haver alguns cuidados/pormenores para eles. Mas se são importantes para nós porque não partilhar um dos dias mais importantes com todos aqueles que amamos, mesmo os de 4 patas! ;)

    PS: Depois quero ver fotos da vossa menina com as alianças *o*
    beijinhos meninos *

    Rafaela Borges || InstaGram || KnightLaand ❤

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que vamos mostrar as fotografias! Não podia falhar! :D

      Eliminar

Obrigado pelo comentário! Vamos responder-te no mais breve espaço de tempo que nos for possível. Um bem-haja!