Dicas para melhorar a vida a dois

segunda-feira, março 18, 2019
       Segundo as estatísticas, os millennials não tendem a ser pessoas de relações duradouras e o número de solteiros em Portugal tem vindo a aumentar. Além disso, hoje em dia é comum que primeiro os casais decidam viver em comunhão de facto antes de casar. É também frequente que evitem o casamento, com assinatura de papéis propriamente ditas. Nós somos exemplo do primeiro caso exposto, e achamos importante que primeiro conheçamos a vida a dois sem compromisso, para depois assentarmos em algo mais concreto. Já escrevemos um artigo sobre o porquê de querermos casar se já vivemos juntos. Hoje escrevemos dicas para melhorar a vida a dois.

Dicas para melhorar a vida a dois + blogue português de casal + pedro e telma + blogue ela e ele +
       O começo de uma relação é todo um mar de rosas. Parece tudo perfeito. É fácil pensar num para sempre, como nos contos de fadas. Mas é um visualizar como um sentido utópico. É que se estamos no início de conviver com defeitos, até estes parecem superficiais e irrelevantes, e o nosso cônjuge parece-nos o mais cavalheiro dos príncipes ou a mais doce das princesas. Contudo, é importante que não se evite ver os defeitos. É importante que se fale, que se converse e que se procure chegar a um consenso. Caso contrário, caso não se preste atenção a determinados aspectos importantes para o dia-a-dia de um casal, então por certo que vão acabar por surgir inúmeros problemas de convivência com os quais já não vão a tempo de tratar convenientemente. Portanto, para vos ajudar a solucionar problemas frequentes, vamos deixar-vos algumas dicas para aprenderem a lidar com alguns dos assuntos mais problemáticos entre casais:

Dinheiro

       A causa principal de conflitos costuma ter origem em questões financeiras. Assim, para que a vossa vida em casal resulte é importante que analisem em conjunto a vossa situação financeira e que elaborem um orçamento para os gastos comuns e, posteriormente, para os extraordinários. Ele quer um jogo para a playstation, ela quer mais maquilhagem. Se calhar optar por dividir um mês para cada um ou optar por diminuir os gastos individuais (optando por um jogo mais económico ou menos maquilhagem). Pensem enquanto seres individuais, mas também em casal. Decidam em conjunto.


Tarefas domésticas

      Já não é suposto esperarmos que eles ajudem em casa. É suposto que haja uma divisão de tarefas domésticas, que não sobrecarregue nenhum dos responsáveis. A nossa sugestão é que elaborem listas de tarefas, que as dividam, mas que tentem realizar em conjunto sempre que possível. Podemos dar-vos o nosso exemplo: eu (Telma) arrumo a loiça suja na máquina de lavar loiça, enquanto que eu (Pedro) arrumo a loiça depois da máquina lavar. Vamos às compras juntos; procuramos limpar a casa juntos.

Família

       Geralmente as sogras são o problema mais comum da família que de duas passou a uma. É costume brincar-se muito com esta situação, mas a verdade é que há casos muito complicados entre famílias, que são muito difíceis de lidar. Nós não sofremos desse mal. Por acaso temos sogras santas, e acreditem que não é para ficar bonito. São mesmo segundas mães. Temos muita sorte. No entanto, reconhecemos que tal não acontece em muitos casos. O que podemos aconselhar é que procurem pôr-se no lugar do respectivo cônjuge e respeitem a sua família, que sejam tolerantes e que não deixem de estabelecer comunicação, não só entre o casal, mas procurem ser uma família unida.

Comunicação

       A chave de qualquer tipo de relação é a comunicação, pelo que é fácil então percebermos que esta é a acção mais importante numa vida a dois. Lembrem-se que a intimidade não é o toque, a nudez. A intimidade é muito mais do que isso. Procurem criar a relação de melhores amigos, ao pé de quem conseguem pensar e falar alto. Não tenham medo de discutir; não evitem assuntos. Consigam comunicar e falar sobre tudo. A discussão de assuntos faz parte. Devem é aprender a comunicar um com o outro em todo o tipo de assuntos, e assim criar maior intimidade. Encontrem pontos de equilíbrio e tentem compreender-se; ajudar-se mutuamente a superar obstáculos que possam vir a surgir.


       O amor é muito mais do que paixão. Não abandonem o barco (a casa, neste caso) porque se lembraram disso ao acordar. Lutem por quem acreditem valer a pena. Amar é cuidar; é criar; é partilhar; é... amar! Estimulem-se um ao outro a serem melhores pessoas. Procurem fugir das rotinas e ter momentos só vossos. Tentem demonstrar à pessoa com quem escolheram viver o porquê de ela ser tão especial. Para isso não vão precisar de dinheiro ou muito tempo. Quem quer arranja as condições necessárias e quem não quer arranja desculpas. Não arranjem desculpas e vivam a vida com amor. Ah! E lembrem-se que o amor está nos detalhes. Está também nos detalhes da rotina a dois!


Se gostaste do artigo, segue-nos no facebook e instagram.
Se quiseres ler mais, então não te esqueças de o partilhar e/ou comentar com a tua opinião.


Se gostaram de ler este artigo, sugerimos a leitura de:

27 comentários

  1. Excelente post, com dicas super interessantes!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado. Esperamos que continues a gostar do que vás vendo por aqui... Um abreijo!

      Eliminar
  2. Gostei do post, porque aluguei um T1 e mudo-me dia 1 de Abril. Bem, na prática vivemos juntos, mas agora estamos a decorar a nossa casa e o dinheiro é sempre problema, ainda que os nossos pais tenham e possam dar, não vale abusar.
    beijinhos
    Fenix, It Style!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Contar com a nossa independência financeira, pelo menos para nós, é essencial. Com esforço, dedicação e comunicação tudo se consegue. Que sejam mesmo muito felizes e esperamos continuar a receber visitas desse lado por aqui. Um forte abreijo

      Eliminar
  3. Diria que o mais importante é mesmo a comunicação! O resto é muito pessoal, mas sem diálogo nenhuma relação pode funcionar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se tivéssemos que escolher somente uma categoria, também escolheríamos a comunicação. Não há nada mais importante que isso, mesmo!

      Eliminar
  4. Belas dicas, e totalmente aprovado!

    Beijinhos :D

    http://damselme.blogspot.com/?m=0

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado. Já sabem, agora se virem que têm amigos a precisar de ler estas dicas... partilhem! Obrigado!

      Eliminar
  5. Concordo com a dica da comunicação. É o fudamental para que tudo corra bem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo. Ninguém deve abdicar disso, sejam em que tipo de relação for.

      Eliminar
  6. Excelentes dicas, sem dúvida que muita gente vai ver aqui informação bem útil para gerir a sua vida a dois! :)
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  7. muito obrigado :D

    mas que ótimas dicas, sim senhor :D

    NEW BRANDING POST | YOU'VE NEVER SEEN ANYTHING LIKE THIS!
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado. Gostamos de partilhar o que fomos aprendendo…

      Eliminar
  8. adorei esse post! conviver a dois nem sempre é facil, o principal é ter uma boa comunicação pra pequenos problemas nao crescerem

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo. Às vezes a solução é muito simples e parece um problema bem maior do que é, na realidade.

      Eliminar
  9. Adorei as dicas, excelente publicação! É tão importante saber dividir tarefas domésticas, e acima de tudo, comunicar!
    Beijinho, Ana Rita*
    BLOG: http://www.margheritablog.com/ || INSTAGRAM: https://www.instagram.com/rititipi/ || FACEBOOK: https://www.facebook.com/margheritablog/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comunicar é a acção-chave para qualquer bom relacionamento, sem dúvida.

      Eliminar
  10. Adorei as dicas. Realmente com o passar do tempo esse mar de rosas inicial pode mudar muito. Ter cuidado com o dia a dia é fundamental para manter o amor e a admiração. Que bom que as sogras são outras mães pra vocês. Aqui no Brasil se fala muito que as sogras portuguesas, principalmente as mães dos homens, são terríveis. A minha sogra era portuguesa e era um doce.
    beijos
    Chris
    Inventando com a Mamãe

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso de definir sogras pelas nacionalidade... Não tem naaaada a ver! Há sogras boas e más em todo o lado. Mas admitimos que embora não gostemos de discriminar, a verdade é que por aqui discriminam-se um pouco as noras brasileiras, é verdade. Gostamos de acreditar que rumamos para um mundo melhor, por isso acreditamos que isso vá mudar em breve.
      E, no final, de qualquer forma, o que vale é que todas as regras têm excepção. Ainda bem que por esse lado também há sorte!

      Eliminar
  11. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  12. Respostas
    1. Esperamos que passe uma boa mensagem, transmita uma boa vibe e bons ensinamentos!

      Eliminar
  13. Que bons conselhos e dicas que deixaram mas acho que a comunicação é a base de tudo.
    Rêtro Vintage Maggie | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  14. Concordo com tudo... aliás eu e o Maridão tivémos 14 anos juntos antes de darmos o nó :p há que ter a certeza eheheheh


    Beijinhos,
    O meu reino da noite
    facebook | instagram | bloglovin

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente! Se é para a vida toda, não deve ser uma decisão em cima do joelho...

      Eliminar

Obrigado pelo comentário! Vamos responder-te no mais breve espaço de tempo que nos for possível. Um bem-haja!