Não bebo álcool.

quarta-feira, maio 15, 2019
       Não bebo álcool. Eu (Pedro) não gosto de beber bebidas alcoólicas. Mas parece que para a sociedade não é suficiente dizer que não gosto. Portanto, hoje partilho o meu testemunho, diferente do habitual, para desabafar e quiçá, mudar algumas mentalidades por aí...

eu não bebo + álcool + bebidas alcoólicas + pedro + blogue português de casal + ela e ele + ele e ela + partilha de testemunho de vida + ser diferente da sociedade
       Às vezes encubro a questão por detrás da epilepsia (também tem que ter coisas positivas isto de ser doente crónico!), porque assim é mais fácil que não insistam na questão. A verdade é que não devo, de qualquer forma, beber álcool em demasia, mas isso julgo que ninguém o deveria fazer, em prole da sua saúde. A questão primordial é mesmo o facto de não conseguir gostar de nenhum tipo de bebida deste género. Aliás, raramente bebo sumos ou chá. Limito-me mesmo à água, que para mim é completamente fulcral e indispensável à vida. Bebo imensa água, mas só água. E não tem a ver com extremismos pela preocupação com a saúde. Eu só gosto mesmo de beber água e isso parece ser um problema para a sociedade em geral.

eu não bebo + álcool + bebidas alcoólicas + pedro + blogue português de casal + ela e ele + ele e ela + partilha de testemunho de vida + ser diferente da sociedade
       "Queres coca-cola? Fanta? Não gostas de sumos com gás? Posso fazer um sumo natural" ou "Um copo de vinho não faz mal a ninguém, até faz é bem" ou "De certeza que te estás a divertir?", estas são algumas das muitas questões com que me confrontam com frequência. Não é que tenha algum tipo de preconceito ou problema em assumir que sou completamente abstémio, mas parece que me torno uma pessoa enfadonha e, aparentemente, menos aprazível para uma saída à noite. Eu sou da água, da pureza, do bem essencial à vida e renego todas e quaisquer outras bebidas, porque, por mais estranho que vos possa parecer, eu não gosto de mais nada. No máximo bebo um compal 'quando o rei faz anos', por gostar da espessura do sumo e encher a barriga, mas é efectivamente muito raro e mesmo nesses casos tenho que beber água antes ou depois... ou antes E depois! Água é vida!
       Mas sabem que mais? Isto não fica por aqui... A estatística indica que a seguir ao "Então não bebes?" ou do vulgar "Nem sequer bebes um cafezinho?", vem o típico "Também não fumas?", sendo que após a minha resposta prontamente negativa, a questão que se avizinha ser a seguinte também é evidente... Mas a essa respondo que sim.
       Percebo que seja cansativo ter que levar o tipo que não bebe a sair à noite ou ir a uma festa com a companhia que fica pela água. Afinal, sou o único que se lembra dos pormenores todos da fatídica noite que se evapora das memórias dos alcoólicos, seja em que ocasião for. Não sou inundado com a amnésia da noite da festa, mas sou o tipo que, no final da noite, guia em segurança.

eu não bebo + álcool + bebidas alcoólicas + pedro + blogue português de casal + ela e ele + ele e ela + partilha de testemunho de vida + ser diferente da sociedade
       Às vezes sou do tipo fraco que finge beber uma taça de espumante na passagem de ano ou aniversários, só para brindar, pela tradição e para não dar mau agouro, já que os antigos dizem "que não se brinda com água". Molho os lábios. Bebo água. Outrora foi o tempo em que fingia ter um copo de álcool na mão, até conseguir discretamente deitar o seu conteúdo fora, para não ter que levar com as perguntas. Ainda hoje, em certas ocasiões, para não parecer mal ao comum mortal, passo o copo à Telma até que ela beba e me passe o copo vazio. Afinal, homem que é homem bebe o seu copo... com álcool. Só meninos bebem água... Só os fraquinhos... Mas sabem que mais?! É preciso ser forte e tê-los no sítio (if you know what I mean) para assumir isto: Eu não bebo álcool. Eu nem sequer bebo sumo. E acreditem, ter que levar com a maioria da sociedade a pressionar para fazermos algo que não queremos e mesmo assim resistirmos, não é de fraco. É beeeem difícil. É duro. É preciso ser-se forte. É que, no final, nem sequer temos como nos abstrair com substâncias da nossa realidade. Vivemo-la de forma nua e crua... e ainda aturamos as dos outros. Eu não bebo, e assumo. E tu? És o que faz perguntas ou dos que responde às perguntas?

Vai um copo? Já sabem que para mim, só mesmo se for um copo de água...


Se gostaste do artigo, segue-nos no facebook e instagram.
Se quiseres ler mais, então não te esqueças de o partilhar e/ou comentar com a tua opinião.


Se gostaram de ler este artigo, sugerimos também a leitura de:

14 comentários

  1. A mania que as pessoas têm de tentar colocar todos no mesmo saco. Qual é o problema de alguém não beber? Podem ter a certeza que não se divertem menos. Eu bebo álcool, mas não é algo que faça com frequência, nem perco noção dos meus limites. E nas festas não aproveito menos por isso
    Sempre fiel aos teus princípios, é isso mesmo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo isso que tem que ser feito. Por nós. Vivemos a nossa vida. O meu testemunho é para que, outras pessoas como eu, deixem de tentar encaixar na sociedade. Cada um é como é. Cada um com a sua beleza; qualidades; defeitos.

      Eliminar
  2. Pedro sou assim também! É uma coisa que sempre me passou ao lado e nunca precisei disso para me divertir mais. Também bebo essencialmente água. Desde sempre que sou assim. Muito raramente bebo um sumo mas sinto que não me cai muito bem, pois estou sempre habituada a beber água também às refeições. Mas como em tudo, a nossa sociedade é "esquisitinha" demais para aceitar isso, contudo aceitam coisas piores e que deviam de ser inaceitáveis!
    Beijinhos para vocês.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente como eu. Temos que reivindicar que não somos nós que deveríamos ser os "estranhos". Se nós aceitamos a forma de ser diferente de quem bebe, não entendo mesmo porque é que nós é que acabamos por ser discriminados. Não faz mesmo sentido nenhum...

      Eliminar
  3. Para nos divertirmos acho que não seja necessário beber álcool. Eu também bebo sempre água,....apenas nos santos populares ou algum aniversário bebo sumo,...mas de resto às refeições, mesmo sendo peixe, eu bebo sempre água!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por aqui nem nas festas eu bebo sumo. Só mesmo caso não haja água! ahah Mas é bom saber que não estou sozinho!

      Eliminar
  4. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  5. Espera, não percebi. Além de álcool, nao bebes sumos? Nem café? Nem refrigerantes? Nem chá? Bebes mesmo sempre só água? Quero lá saber do álcool, tipo ... whatever. Eu também prefiro beber água, mas de vez em quando gosto de vinho ou cerveja. Mas mais quando como fora de casa. Refrigerantes ja abandonei ha muito tempo!

    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Percebeste bem. Eu só bebo mesmo água. Única e exclusivamente água. Simples.

      Eliminar
  6. Epa! Haja alguem que me entenda! No que diz respeito ao alcool eu tambem sou como tu... bebo sumos sim, mas alcool não gosto mesmo. Não entendo quem acha que é preciso álcool para divertir!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Somos da mesma equipa então. Para mim não faz mesmo sentido... Canso-me de fingir, porque é estúpido simplesmente dizer-se que não se brinda com água.

      Eliminar
  7. Acho muito estúpido haver essa pressão! Conheci uma namorada de um amigo meu que é como tu e ela chegou a dizer-nos (ao nosso grupo) que gostava de sair connosco porque ninguém a chateava para beber. E eu achei aquilo tão triste e ridículo, que ela preferisse sair com os amigos do namorado do que com os amigos dela por causa de uma coisa em que ninguém tem nada a ver com isso. Acho que fazes muito bem, especialmente em termos de saúde. Eu gosto de tudo um pouco mas 90% das vezes bebo sempre água, porque gosto e porque é melhor que tudo o resto.

    Beijinhos,
    www.yellowrain.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa pressão é natural à maioria. Desde pequeno que nos incitam que "NÃO SE BRINDA COM ÁGUA" como se a água não fosse o melhor para se beber... Ainda bem que ela compreende que está na altura de fazer amigos novos!

      Eliminar
  8. Eu acho isto estúpido. O facto de gostar ou não gostar de álcool não te faz mais ou menos pessoa... As pessoas é que ainda pensam que somos todos iguais e temos todos de gostar do mesmo.
    O importante é sentires-te bem contigo, mais nada :)

    ResponderEliminar

Obrigado pelo comentário! Vamos responder-te no mais breve espaço de tempo que nos for possível. Um bem-haja!