Mais uma segunda-feira, mais uma semana para tornar apetitosa. Para tal, hoje partilhamos a nossa receita de arroz de marisco. Simples, rápida, e eficaz. A verdade é que nenhum de nós é grande apreciador de marisco, no geral, e se houvesse esta opção num restaurante não a escolheríamos. Torceríamos o nariz quando em casa de familiares tivéssemos que comer. Acreditem ou não, descobrimos que a excepção à regra é o nosso arroz de marisco, na receita que agora partilhamos convosco!

Ingredientes para quatro pessoas:

  • 1 cebola grande;
  • 4 dentes de alho;
  • 1 pitada de azeite;
  • meia malagueta;
  • 800gr de preparado de marisco congelado;
  • 1 embalagem de tomate triturado ou 4 tomates pelados e partidos em pedaços;
  • 250gr de arroz;
  • 1lt de água;
  • 1 pitada de sal;
  • 1 pitada de pimenta preta;
  • meia embalagem de creme de marisco da knorr.
Modo de preparação:
        Primeiro pica-se muito bem a cebola, a malagueta e os dentes de alho que depois vão a refogar com a pitada de azeite. Quando a cebola estiver alourada, juntar o tomate e ir mexendo até ferver o tomate triturado para lhe juntarmos o preparado de marisco ou deixar refogar os tomates um pouco para juntar a seguir o marisco. Deixamos apurar o preparado por cerca de 15 minutos em lume brando.
        Posteriormente colocamos a água a ferver na chaleira, no dobro da quantidade do arroz. Colocamos primeiro o arroz, mexemos e juntamos a água. Quando ferver adicionamos os temperos a gosto, incluindo o creme de marisco da knorr. Cerca de 20 minutos depois podemos servir e deliciar-nos com a receita.

 

Dicas & sugestões:

  • Se virem que não há caldo suficiente para que esta delicia seja do vosso agrado (pelo menos nós preferimos que o arroz esteja bem solto num caldo), então tenham sempre à mão mais água na chaleira a ferver para lhe juntar.
  • Se acharem necessário, para obtenção de um caldo mais espesso, juntem mais caldo de knorr.
  • Para finalizar usem um molhe de coentros picados. Dará um toque fresco à refeição.
  • Quando servirem este prato procurem manter o tacho fechado ou o caldo irá evaporar.

 

       Eu (Telma) contei-vos (aquiaqui) que queria mudar o meu estilo de vida e mudei, até há bem pouco tempo. Quer dizer, simplesmente mudei duas vezes. Na primeira hipótese queria tornar-me vegetariana, só que, quem nos segue no instagram, sabe que me rendi ao peixe. Assim, deixo de comer carne (e nunca digo nunca, a não ser nesta frase, mas não planeio voltar a comer carne!), e vou comendo peixe e derivados de animal, entre os legumes e leguminosas.
        Eu (Pedro) fico muito contente com esta novidade. Eu e a família que estava a ficar sem mais ideias para quando ela ia a casa de alguém. Assim é um problema resolvido. Ficamos todos felizes.
        [Bom, eu (Telma) acho que ficam todos contentes menos os peixes, não é Pedro? Vou tentar não pensar muito nisso e logo vemos no que dá. ahah ] Não gosto muito de rótulos, mas se quiserem dar um à minha alimentação, será flexitariana. Privilegiarei as receitas (ovo-lacto)vegetarianas, só que pelo meio, vou comendo também peixe. Ou melhor: nem quero saber que nome dar, ou pensar muito no que comer… Só sei que não quero cair na tentação de comer carne. Vou esforçar-me o máximo por isso!

 

E vocês estão a salivar por provar esta receita? Gostam de peixe e de marisco?