No passado dia 15 de Junho de 2020 comemorámos os nossos 7 anos de namoro e recebemos várias mensagens a falar de uma suposta maldição dos 7 anos da qual só alguns casais sobrevivem juntos, alertando-nos para termos cuidado. Nós vamos escrever a nossa perspectiva em relação a este assunto.

A maldição dos 7 anos de namoro

A maldição dos 7 anos de namoro

       Em primeiro lugar, referimos que aceitamos que haja um ciclo de mudança de 7 em 7 anos. Além disso,  queremos ressaltar que não queremos ao longo deste artigo menosprezar essa questão, mas meramente entendemos que deveríamos dar o nosso ponto de vista. Neste contexto, concordamos com o ciclo de evolução bem como que nem todos reagimos bem a mudanças. Porém, isso não quer dizer que seja uma onda tempestuosa que leva todos e quaisquer relacionamentos a quebras. Por sua vez, se isso estivesse para acontecer, não significaria que nos poderíamos abrigar do tsunami de mudanças, pelo que esta partilha negativa não ajuda ninguém. Este tipo de avisos não trazem benefícios, apenas nos faz estar pré-avisados sobre algo que possa eventualmente correr mal e aí, quando acontecer, vamos colocar-lhe a carga da pouca sorte aos 7 anos de relação amorosa. Não há benefícios práticos neste aviso, logo é uma daquelas oportunidades em que se perde em não ouvir o silêncio. É só espalhar negativismo e maus presságios desnecessários. Desculpa, mas é isto que pensamos.

A maldição dos 7 anos de namoro

A maldição dos 7 anos de namoro é afinal verdade ou mito?

       Mito! Esperamos não ser castigados e daqui a menos de 1 ano vir aqui escrever que afinal tinham razão, já que há sempre margem para isto e numa relação se há coisa que aprendemos é que não devemos dar o nosso conjugue como garantido, até porque nada é garantido na vida a não ser que desemboca na morte. Só que quando pensamos onde estávamos e em tudo o que mudou há sete anos, percebemos que as mudanças dificilmente seriam maiores, e que estamos a evoluir de forma positiva. Há 7 anos conhecemo-nos e foi o melhor nas nossas vidas. Neste sentido, hoje sentimo-nos mais unidos que nunca, com mais força e novos projectos pelos quais lutar, com muitos objectivos comuns. Por isso mesmo, quisemos partilhar publicamente o que sentimos e como estamos a viver estes 7 anos de namoro, com positivismo e a acreditar que durará até velhinhos.

       Queríamos que sentisses o mesmo, por isso se estiveres a passar pela mudança dos 7 anos de relação amorosa, lembra-te de te perguntar somente se estás feliz como estás ou se queres mudar para algo mais. Encara como uma fase de mudanças, crescimento e evolução e não como os 7 anos do azar (oops! da pouca sorte, que há por aqui quem seja supersticioso e não queremos que estas palavras nos tragam nada de menos bom). Trata antes de ser feliz e fazer feliz o teu parceiro/a e menos de colocar coisas negativas na tua cabeça ou na dos outros… Sê feliz e faz os outros felizes à tua volta! Concentra-te nisso. Afinal, é tão mais bonito viver feliz…

 

Blogue Ela e Ele

Se gostaste do artigo, segue-nos no facebook, bem como no instagram.
Partilha também com quem quiseres e/ou comenta este artigo.
Recomendamos que também leias: