Espera-se que a noiva tenha tudo sob controle, e que por isso esteja com muito stress, mas não se espera que o noivo haja da mesma forma. Então e se o noivo estiver nervoso e a noiva tranquila?! Não, isso não funciona… Porque uma noiva é uma noiva e tem que ser diva no dia do seu casamento e isso inclui ter momentos com uma pilha de nervos!
Ansiedades de noiva + últimos pensamentos antes de casar + organização de um casamento + blogue de casal + português + pedro e telma + blogue ela e ele +ele e ela + relações amorosas + casamento com o tema harry Potter
        Tivemos mais de um ano para preparar o casamento, e contratámos logo o fotógrafo e vimos quintas. À última hora, já com meio ano pela frente contratámos a quinta. Nos últimos dois/ três meses… Ou vá, sejamos honestos, no último mês é que se fez a grande maioria das coisas. Já tínhamos falado sobre como poderíamos fazer isto ou aquilo, mas tratar mesmo dos pormenores foi à última da hora. Eu (Telma) achei que fui uma noiva muito tranquila no que se remete aos preparativos do casamento. Não vou mentir, nem omitir que tive questões que me levaram muito tempo e paciência, mas por incrível que pareça foram questões de âmbito familiar e não de preparativos em si. Uma das minhas melhores amigas, que também era uma das damas de honor aceitou o meu convite para me maquilhar no dia. Foi ela quem andou atrás de mim para experimentarmos, antes que no dia não corresse bem, e eu estava tranquila. O cabelo foi a minha mãe quem fez e estava nervosa há semanas por isso, e eu sabia que ia correr tudo bem, por isso não me chateei nada com o assunto. Os sapatos vieram mais atrasados, porque o noivo não sabia quais escolher e eu, que me decidi logo, esperei até à última e fui fazer as bainhas ao vestido no dia em que o trouxe, uma semana antes. Foi nos últimos dias que falámos com o DJ/ animador sobre o que iríamos querer e o conhecemos pessoalmente. Com os fotógrafos fizemos uma chamada online de vídeo no dia anterior. Isto para dizer que dias antes do casamento e no próprio dia, todos pareciam mais nervosos do que eu.
        Eu brincava que todos me tiravam a minha ‘thunder’ (fãs da série friends vão entender), a minha luz de noiva, por estarem mais nervosos que eu. Mas a verdade é que isso foram os primeiros momentos. Só eu e uma das minhas madrinhas sabia o que me levantaria os nervos. Eu estive calma em todos os momentos após o pedido de casamento, salvo quando me aproximava do vestido que escolhi. Estive serena e tranquila até… pensar sequer em vestir o vestido. Todos os nervos me subiram à cabeça num ápice. A Alexandra (essa madrinha) já sabia que eu e aquele vestido dos meus sonhos, tínhamos uma relação amorosa tão forte que me dava para ser bridezilla só quando o tinha vestido. Não sei explicar, mas ainda agora, ao passar sequer por ele, todos os sentimentos ficam à flor da pele. Não fiquei nervosa com nada no casamento, nem com o noivo… Só com o vestido! AHAHAHAH
        Admito que fiquei tão nervosa que não conseguia sequer meter os brincos, que desde que me lembro de existir os meto sozinha. Tive o privilégio de contar com as minhas grandes amigas, as minhas damas de honor, que me ajudaram a vestir e a dar os toques finais. Quero agradecer a todas elas pelo carinho e por terem cuidado tão bem de mim. Vocês são todas umas queridas. Carolina, Olga, Cristina e Ana por terem sido incansáveis, cada uma à sua maneira. Não podia ter um casamento tão perfeito sem todas vocês. E tu, madrinha Alexandra, tu sabes que foste uma peça-chave para toda esta grande festa. O que tu me aturaste… Não há outra como tu! Obrigada por cuidares de mim sempre. Já sabes: “És a Rachel para a minha Mónica” e “I’ll be there for you ‘cause you’re there for me too“. Porque se eu sou fanática por Harry Potter, eu sei que me compreendes por seres fanática por Friends.
        Resumindo, sejam as noivas mais relaxadas ou autênticas bridezillas, o que precisam é do carinho e conforto de terem pessoas que as ajudem a viver este dia da melhor forma possível, pois é um dia único e toda a gente deveria poder viver o seu conto de fadas da vida real… Eu vivi o meu naquele dia, mas ainda o vivo, também por as ter a todas elas!
Fotografias: Galeria Oliveira [Instagram   |   Facebook].
 
Se gostaste do artigo, segue-nos no facebook e instagram.
Se quiseres ler mais, então não te esqueças de o partilhar e/ou comentar com a tua opinião.