Como vos contámos aqui, fomos almoçar a Torres Vedras para celebrar o nosso 4º aniversário de namoro. Pelo caminho de volta a casa avistámos um castelo no cimo do monte. Claro que tivemos de descobrir o caminho e ir visitar o castelo, claro! Não fosse eu (Pedro) um eterno estudante de história, a adorar descobrir a história do meu país e a dos outros; e eu (Telma) uma eterna curiosa! Então lá fomos e hoje podem então visitar connosco, o castelo de Torres Vedras!

        Este é um castelo medieval, que à época da reconquista cristã da península ibérica (no contexto da conquista de Santarém (1147), a fortificação de Torres foi tomada em 1148 pelas forças de D. Afonso Henriques (um tetra-tetra-tetra avô meu (Telma), por certo, que lhe herdei o apelido). Por aqui há história em todos os cantos e recantos, como podem prever. Um castelo de estilos gótico e manuelino, que está ao dispor de todos para o visitarem gratuitamente. Não só podem ver o castelo, como saber integralmente a sua história e conhecer a sua estrutura, de forma gratuita. Há um vídeo que explica tudo muito bem, há artefactos já do tempo medieval. Enfim, há muito por descobrir, tendo em volta uma paisagem magnífica.

“Este lugar de Torres Vedras é uma fortaleza assentada em cima duma formação mota, a qual a natureza criou em tão ordenada igualdade como se a não fosse feita, artificialmente; a vila com a sua cerca a redor do monte, e na maior alteza dele está o castelo.” (Fernão Lopes. Crónica de D. João I).

        Ao visitar locais como estes, carregados de tanta história, não nos vamos cansar de repetir como é mágico pisar o espaço que reis pisaram, que soldados pisaram e sangraram, que nobres amavam… É realmente algo mágico poder ter essa noção!

 

       São povos e povos a que estas pedras sobre pedras assistiram. Se as paredes nos pudessem contar o que viram… Mas já que não podem, outras pessoas estudam tudo para nos poder informar. Podem saber que ali vão ser bem informados, bem recebidos. Visitem este castelo que dá gosto. Mais que não fosse, senão gostarem de história, pela vista magnífica!

 

       Algo que saímos sem perceber foi esta igreja que lá havia. Não conseguimos perceber se era portuguesa sequer ou se havia outra nacionalidade… É que os escritos que se costumam ler em português estavam numa língua que não conseguimos identificar. Já agora se alguém souber, que nos satisfaça a curiosidade…

 

        Adorámos este passeio e convidamo-vos a repeti-lo presencialmente, porque vale a pena. De preferência, façam como nós e levem boa companhia, ou a companhia perfeita! Assim ainda valerá mais a pena. Aliás, não só para visitarem este castelo, como todos os outros do país e tantas outras vistas bonitas e boas para namoraaar! 🙂 Mas claro, sabendo também que é um excelente local para levarem os filhos, sobrinhos… ou mesmo para irem sozinhos! O importante é visitarem Portugal, que é bonito à brava!

 

 

Já conheciam este castelo?