O copo de água de um casamento, isto é, a escolha da quinta e do catering ou do restaurante, é o que vai sair mais caro num casamento. É esta a maior fatia no bolo que será o orçamento total. Por isso mesmo decidimos partilhar as nossas dicas para pouparem no vosso copo de água.
O copo de água

⁞ Simplifiquem os menus.

       Não desperdicem comida. Elaborem uma lista do que vão realmente comer e poupem nos 10 pratos, pois à maioria já vai custar terem 3 pratos para comer…

⁞ Escolham uma recepção diurna ou um casamento nocturno.

       Um brunch ou um almoço sai notoriamente mais barato que outra qualquer escolha. Mas um jantar também sai mais económico na medida em que poupamos no pequeno-almoço, almoço e lanche relativamente aos casamentos tradicionais.

⁞ Escolham época baixa.

       Escolham um casamento entre Outubro e Maio, pois durante a época alta há inúmeros locais que aumentam os preços por aumentar também a procura.

⁞ Excluam os sábados.

       Na grande maioria dos casos casar durante a semana sai menos dispendioso e o sábado costuma ser o dia mais caro.

⁞ Abdiquem do bar aberto.

       Esta é das escolhas mais contestadas, mas não deixa de ser uma forma de poupança. Na grande maioria dos casos ter bar aberto é um extra pago por pessoa, portanto ou escolhem um local em que esteja incluído numa ementa económica, como nós fizemos, ou mais vale abdicarem desta opção.

⁞ Escolham um local económico.

       Ao invés de pagarem 150€ por convidado ou de escolherem locais em que se paga a pérgola, a decoração e qualquer detalhe à parte, escolham um local em que esteja tudo incluído no preçário de uma ementa.

 

Terão mais dicas para partilhar connosco?