Há tempos fomos convidados para irmos conhecer as novas receitas de um restaurante que adorámos conhecer: o pasta caffé. Andámos numa roda-viva na nossa vida pessoal, mas cá estamos agora, sentados em frente a um computador para escrever um artigo que achamos que vale a pena, mesmo depois desse tempo de espera. Se ainda não conhecem este fabuloso restaurante caseiro, no meio dos maiores centros comerciais do país, então não podem deixar de ler o que temos a referir sobre este assunto.
restaurante italiano + pasta caffé + crítica gastronómica + blogue português de casal + blogue ela e ele + ele e ela + pedro e telma
        Começámos com um cestino del pane que é uma focaccia servida com azeite e vinagre balsâmico. O pão deles é incrível. Lembram-se de termos escrito sobre ele? É que continua tão bom ou melhor. Se isto parece uma entrada simples, acreditem… É do que melhor se vão lembrar quando o pão é servido bem quente, acabado de fazer. Logo de seguida, ainda como entrada, serviram-nos o prato verdure di capra, com cogumelos, courgette e pimentos assados no forno, com queijo de cabra e rúcula, aromatizados com azeite e pesto. A mistura do queijo de cabra com os legumes no forno é qualquer coisa de bom.
restaurante italiano + pasta caffé + crítica gastronómica + blogue português de casal + blogue ela e ele + ele e ela + pedro e telma
        Depois foram servidas ainda algumas fatias de pizza caseira, para aguçar o apetite do prato principal. A fotografia das fatias de pizza de pepperoni que comi (Pedro) estão logo na imagem de capa deste artigo. Eu (Telma) guardei-me para o prato principal e fiz tãão bem. Escolhi o prato conchiglie pescatore que é composto por massas em formato conchas (conchiglie) com mexilhão, salmão e gambas salteados em azeite e alho, com cebola e pimentos envoltos num saboroso molho pomodoro (de tomate) com coentros. Eu que sou tão esquisita a comer marisco, arrisquei na escolha e… DI-VI-NO! Posso escrever que adoro massa, portanto já experimentei inúmeras receitas, como facilmente entendem, e esta é uma das minhas receitas favoritas, se é que não mesmo a receita que mais gosto. Sem dúvida que lá vou voltar por ela.
restaurante italiano + pasta caffé + crítica gastronómica + blogue português de casal + blogue ela e ele + ele e ela + pedro e telma
       Já eu (Pedro) pedi o risotto affumicato, com pepperoni e bacon salteados com cebola e envoltos num cremoso arroz. É servido com dois rolos de franco com bacon e salada de rúcula. Não sou apreciador de rúcula. Não gosto particularmente de bifes de frango secos, e estes ainda que com bacon, estavam ligeiramente secos para o meu gosto. Já o risotto… Não pedia nada mais extra. Gostei! Mas admito que gostei ainda mais da massa dela, e eu ainda aprecio menos marisco que ela.
restaurante italiano + pasta caffé + crítica gastronómica + blogue português de casal + blogue ela e ele + ele e ela + pedro e telma
        Para finalizar, foram-nos oferecidas duas sobremesas: tiramisú e tarte de mandorle (que é como quem diz, tarte de amêndoa italiana, que é feita com queijo ricotta aromatizada com limão). Temos que admitir que não conseguimos apreciar sobremesas com café. Eu (Pedro) nem gosto sequer de café, seja no que for. Eu (Telma) acho que se é para beber café, é para beber café, não para o comer. Portanto facilmente entenderam que o tiramisú não foi da nossa preferência. Já a tarte de amêndoa… Podemos dizer que este pequeno pedaço que aparece na fotografia não chegou para adoçar os nossos desejos. Fim de conversa.
restaurante italiano + pasta caffé + crítica gastronómica + blogue português de casal + blogue ela e ele + ele e ela + pedro e telmarestaurante italiano + pasta caffé + crítica gastronómica + blogue português de casal + blogue ela e ele + ele e ela + pedro e telma
Se gostaste do artigo, segue-nos no facebook e instagram.
Se quiseres ler mais, então não te esqueças de o partilhar e/ou comentar com a tua opinião.