O que ver na exposição de Harry Potter em Lisboa? É a esta pergunta que planeamos responder ao longo do artigo. Somos um casal que tem 27 anos e que viveu a sua infância e adolescência ligada à saga. Marcou-nos tanto que a nossa festa dos 25 anos e, mais recentemente, o nosso casamento tiveram essa temática. Há até quem tenha uma tatuagem da saga. Aqui vão então poder ler uma crítica à exposição com quatro olhos postos em todos os detalhes, por duas cabeças de Potterheads.

       Podemos ver muitos detalhes de adereços usados ao longo de todos os filmes da saga que marcou e continua a marcar muitas gerações. Roupas, talismãs da morte, calçado, mandragoras, livros, uma pequena amostra do jogo de quidditch, chapéus, entre muitos outros artigos. Mas desenganem-se se acham que é meramente uma apresentação, como que um museu estático. Esta é uma exposição que procura mostrar a magia, que procura mostrar a imensidão do mundo HP. Na nossa opinião, foi uma missão bem sucedida… Mas não irrepreensível.

O melhor de Harry Potter – The Exhibition:

       É engraçado podermos ver as roupas usadas pelos actores que nos habituámos a ver como personagens do imaginário da saga. Sabiam que a Bellatrix Lestrange (personagem interpretada por Helena Bonham Carter) tem de altura pouco mais do que metro e meio? Não fazíamos ideia. Aqui podemos também ter noção de como foram criadas certas figuras míticas que aparecem na saga, tal como o centauro ou o hipogrifo, por exemplo.

       Podemos visitar a casa do Hagrid; ver roupas usadas no Quidditch e jogar uma pequena amostra do jogo; estar em espaços exemplificativos de aulas da escola de magia, como é exemplo a de Herbologia, onde podemos tocar em mandragoras; quase que podemos apanhar o próprio comboio para Hogwarts está lá representado. Há ainda uma apresentação do grande salão nobre, com personagens tão conhecidas quanto o dobby, que derrete corações.

O pior de Harry Potter – The Exibithion:

       Por outro lado, a par do que foi efectivamente usado para a produção dos filmes da saga, existem peças criadas para a exposição que deixam muito a desejar. O chapéu seleccionador, logo à entrada, é um excelente exemplo de algo que não foi criado de forma semelhante ao artigo em filme. Podiam ter tentado comprar um ao meu padrasto que o fez na perfeição… Fica a sugestão, se alguém o quiser fazer, numa próxima ocasião… A par disso, há adereços como a fénix que não tinham luz suficiente para vermos os detalhes da peça, o que é uma pena.

O preço:

       Ouvimos algumas opiniões de que o preço é caro para o tempo que dura, é caro pelas poucas peças que tem. Nós não poderíamos discordar mais. Esta é uma exposição para verdadeiros fãs da série. Não é meramente um local com peças expostas. Tudo tem o seu lugar, todos os adereços têm a sua história contada em legendas, tudo tem o respectivo cenário com detalhes que ajudam a posicionarmo-nos dentro da história.

A nossa recomendação:

       Além de todos os adereços, os próprios funcionários da exposição estão adequados ao espaço. Metem-se com os visitantes por ser estritamente proibido o uso de magia dentro do pavilhão. Recebem-nos como se estivéssemos a chegar a Hogwarts. Por isso, quando nos perguntam “O que ver na exposição de Harry Potter em Lisboa?”, nós respondemos que podemos ver um pouco de tudo o que foi usado na saga, com direito a cenários e a sentir magia dentro de nós ao rever todos os detalhes presencialmente. Mesmo com os pequenos detalhes menos bons que apresentámos, recomendamos vivamente que visitem a exposição circula pelo mundo e que durará até ao próximo dia 6 de Abril na capital do nosso país.

 

_______

Harry Potter – The Exhibition

Pavilhão de Portugal [Ver Mapa]

Alameda dos Oceanos, 1990-221 Lisboa

info@harrypotterexhibition.pt   |   Site   |   Facebook   |   Instagram

 

Se gostaste do artigo, segue-nos no facebook e instagram.
Se quiseres ler mais, então não te esqueças de o partilhar e/ou comentar com a tua opinião.