Espera-se que a noiva esteja nervosa e com tanto stress que até inventaram uma palavra para descrever o modo como se caracterizam as nubentes que se deixam afectar pelos nervos: bridezilla. No entanto, ninguém se lembra do que sentirá o noivo. Estará nervoso? Relaxado? O que passa pela cabeça de um noivo antes de se casar? Temos a resposta a estas perguntas neste artigo.

Pensamentos do noivo antes do sim

       Acordei tranquilo, depois de ter dormido bem em casa da minha avó materna, que mora por cima da casa dos meus pais. Decidimos que passaríamos a noite afastados para sentirmos mais a ausência de estarmos um com o outro. Estávamos a planear tudo para que o momento em que olhássemos um para o outro fosse uma total surpresa. Só que ao acordar, também eu me surpreendi a mim mesmo. Então não é que tinha levado tudo, planeado os detalhes todos… Mas esqueci-me de cortar a barba ou sequer levar a máquina?! Ia casar com a barba por fazer. Não podia ser! Tive que ir a um barbeiro à última hora cortar a barba, porque um noivo tem que se apresentar perfeito.

Pensamentos do noivo antes do simPensamentos do noivo antes do sim       Mesmo com a peripécia, eu estava tranquilo. Já a minha família parecia irritadiça. Com o mais pequeno detalhe iniciavam pequenas discussões, por estarem nervosos e stressados. Queriam que tudo corresse bem e por isso conseguiam estar mais nervosos que o próprio noivo. Pelas mensagens que troquei com ela, estavam mais nervosos que a noiva!

Pensamentos do noivo antes do sim
       Chegámos então um pouco mais atrasados que os planos que tínhamos em mente. Era eu quem tinha que ultimar os pormenores na quinta, com o DJ e receber todos os convidados. Isso fez com que só me fosse vestir às 15h, já tinha a mãe da noiva (que é a nossa cabeleireira) ido à minha procura vezes sem conta para me pôr laca no cabelo, para garantir que estaria impecável até ao final da noite.
Pensamentos do noivo antes do simPensamentos do noivo antes do sim
       Estava tranquilo, sereno e calmo… Mas só até vestir o fato. Depois deixei de conseguir apertar botões e precisei da ajuda de todos quantos se ofereceram. Nessa altura pensava preocupado se tudo iria correr bem: será que não falhei em nada? Não me esqueci de nada? Será que ela ia gostar do fato e do penteado? Todos pareciam estar a gostar do fato, por isso ela devia gostar. E será que estava tudo pronto para a cerimónia? O táxi estava a chegar com a senhora da conservatória e a Danielly, funcionária Wedding Planner da quinta parecia ter tudo sob controle, incluindo o DJ. Será que a festa ia correr bem e todos se iam divertir? Tínhamos conversado com o animador e DJ e ele tranquilizou-nos há uma semana atrás, não tinha com que me preocupar… As alianças estavam entregues e a cadelinha estava vestida e pronta para o desafio a que a propusemos.
       Então e os votos?! Isso foi uma questão complicada para mim que não tenho jeito nenhum para estas coisas. Foi um esforço necessário, que me deixou mais inseguro. No final, o que interessa é que tudo correu melhor ainda que o esperado! Fiquei ainda mais nervoso quando foi o momento da entrada dela, com a expectativa de ouvir a música e saber quando me iria virar para a ver, mas valeu a pena cada segundo de nervos que passaram a ser todos felicidade de a ver tão bonita.
       Aproveito antes de terminar, para agradecer aos meus padrinhos, ao meu irmão, ao meu primo, e aos meus pais pelas ajudas, cada um da sua forma. Sem vocês nem fato, quanto mais o problema de apertar os botões… Obrigado por terem marcado tanto o meu dia de forma tão positiva e terem embarcado nesta aventura connosco.
Fotografias: Galeria Oliveira [Instagram   |   Facebook].
 
Se gostaste do artigo, segue-nos no facebook e instagram.
E claro, caso queiras ler mais, então não te esqueças de o partilhar e/ou comentar com a tua opinião.
Recomendamos que leias também:
Etiquetas:,