Hoje vamos escrever mais uma vez sobre a nossa relação. Sobre a nossa perspectiva do que é uma relação de casal. Devemos reinar a nossa casa. Governar não chega. Temos mesmo que reinar. É completamente diferente.

Ser rei/ rainha numa relação

       Vamos então passar a explicar a nossa noção de se ser rei/rainha. O recado é mesmo para ti. Não esperes reinar em tua casa, sem seres o rei ou a rainha. Não esperes ter a perfeição que os outros parecem ter, sem esforço. Não se constroem castelos sem montar pedra sob pedra. Nas relações acontece exactamente a mesma coisa. Parece complicado as pessoas perceberem a realidade do que deve ser a vida em casal. Nós partilhamos a nossa experiência e aquilo em que acreditamos, por isso este artigo é sobre essa mesma partilha. É sobre ser-se rei e rainha.
Se ele paga o almoço, ela paga o jantar.
Se ela faz uma surpresa, ele faz uma surpresa.
Se ele paga os bilhetes do filme, ela compra as pipocas.
Se ela me compra uma boa prenda de anos, ele também lhe compra uma boa prenda de anos.
Se ele estive estiver a ter um mau dia, ela deve ajudar. No oposto, o mesmo.
       Usamos a metáfora com coisas, com gastos monetários e coisas que geralmente são compradas por casais, para tentarmos demonstrar a realidade de um casal. Serve para referir que cada um deve contribuir de igual forma para a felicidade do casal em si. Deve haver apoio mútuo. Não esperes ser tratado como um rei, enquanto não a tratares como uma rainha. Não esperes ser a deusa dele, se ele para ti também não é um deus. Nesta vida devemos ser para os outros o que queremos que eles sejam para nós, principalmente numa relação amorosa. Não deve haver a disputa de quem faz mais, ou de quem é melhor no que quer que seja. Deve haver entre-ajuda, vontade de estar lá por alguém, ser o porto de abrigo dessa pessoa. Se nós não estamos dispostos a sê-lo, porque é que contamos que os outros o sejam para nós?! Porque é que elas pedem jóias no Natal e lhes dão um par de nada? Ou eles não lhes perguntam se elas tiveram um bom dia e esperam que elas consigam suportar o mau feitio só pelo simples facto de que o dia deles foi menos bom. Não pode ser!
       Escrevemos este texto porque cada vez mais vemos que as pessoas exigem dos outros sem dar em troca. Acham que é linda a relação que temos, mas depois não compreendem, ao mesmo tempo, como é que ele tem tanta paciência para a ouvir a contar todos os pormenores do seu dia ou como é que ela vai ao futebol sempre que consegue e perde as suas folgas numa coisa da qual não gosta. São cedências. É apoio, compreensão, comunicação, entre-ajuda, comunhão, partilha. Tudo isto é amor. Se queres tê-lo, tens também que senti-lo e prová-lo. Cada um é o 50 que perfaz o total de 100% de felicidade em casal. Portanto, se queres reinar e ter a relação perfeita, então sê o rei/rainha.
Se gostaste do artigo, segue-nos no facebook e instagram.
Se quiseres ler mais, então não te esqueças de o partilhar e/ou comentar com a tua opinião.