Nós, como já devem ter reparado, gostamos do halloween. Gostamos do misticismo do “doces ou travessuras?” e conseguimos perceber que não gostem se nos dizem que algumas travessuras vão longe demais e ninguém deveria ser obrigado a gostar do que quer que seja. Agora dizerem-nos “Não gosto do halloween, porque não é uma tradição portuguesa, por isso não vejo sentido nenhum em celebrarmos essa data no nosso país“… Bom, isto nós não compreendemos. Não compreendemos de todo! Afinal, que nós saibamos, pelo menos, a Páscoa, o Natal ou o ano novo não são propriamente tradições nascidas em Portugal, ou são?!

Sobre o halloween ser um estrangeirismo…

       Que mal tem adoptarmos uma nova tradição? É que as mesmas pessoas que têm falado connosco e que criticam a celebração do dia das bruxas costumam ser as mesmas que se orgulham dos desfiles de Carnaval com fios dentais, um frio de rachar e grandes plumas como se estivéssemos no Brasil. Afinal, isso é uma tradição brasileira, onde o Carnaval se celebra no Verão. Entendam-se por favor. Ora bem que se aceitam os estrangeirismos, ora bem que se negam. E olhem que nós somos muito a favor de boas tradições, temos todo o orgulho ‘tuga que se pode ter. Agora vamos ser claros nisto: não tem mal nenhum adoptarmos boas tradições, que sirvam para nos divertir, para nos animar e nos desviar de pensamentos mais tristes. Sejamos honestos. Celebremos. Fiquemos felizes com coisas boas. Vamos lá esquecer esse lado mais negro dos portugueses de criticar tudo e mais alguma coisa… Percamos esse lado pequenino…
       Voltamos a referir que ninguém tem que ser obrigado a aceitar o que não gosta. Não somos obrigados a gostar todos do mesmo. Ainda bem que assim é, afinal o que seria do amarelo se todos gostássemos de azul..? Agora não precisamos de ser pequeninos e criticar só porque sim. Isso nós não percebemos. Não percebemos mesmo.
V      ejam a vida de uma forma mais feliz, mais louca. Afinal, o mundo precisa de mais loucos… mais loucos uns pelos outros! Dêem a volta ao que vos parecer menos feliz e dêem-lhes as cores que preferirem. Não gostam de caveiras?! Celebrem o dia das bruxas com bonecos. Não gostam de doces? Então podem celebrar com salgados. Não gostam do halloween, então celebrem só porque estão vivos! Não tirem é a felicidade dos outros!!
       Nós gostamos muito desta noite. Deixem-nos lá ser felizes a ser miúdos e a soltar as crianças que há dentro de nós, pode ser?
Ah! E já agora, para os mais afincos ao tema, percebam que neste mundo não gostamos todos de azul. Entrem na brincadeira, mas não façam com que os outros odeiem as vossas celebrações. Temos que saber viver em comunidade… Tendo dito isto, vamos lá a saber: qual a vossa opinião sobre o tema?
Doces ou travessuras?
Se gostaste do artigo, segue-nos no facebook e instagram.
E claro, caso queiras ler mais, então não te esqueças de o partilhar e/ou comentar com a tua opinião.
Recomendamos que leias também:
Etiquetas: