Tábuas foi o nome do restaurante a que fomos no passado domingo. Eu (Pedro) tive jogo de futebol em Sintra e levei-a para um bom passeio. Acabou mesmo à hora de almoço e queríamos algo que nos permitisse comer os doces típicos no centro da cidade. Foi na aplicação de telemóvel zomato que descobrimos este espaço. Chegámos e já não havia lugar para nós… Ficámos então à porta!
       Pedimos então pedir para entrada hummus, pães diversos e manteiga aromatizada. Eu (Pedro) que teimava não gostar de hummus, que nem sabe a nada, devo dizer que me surpreendi muito pela positiva. Afinal isto da relva com paté é bom! Quanto à manteiga aromatizada, eu, que adoro manteiga, fiquei também reticente. Vocês já devem saber por esta altura que o que gosto mesmo, prefiro não alterar e arriscar estragar. Mas ainda bem que arrisquei. Sabe mesmo a manteiga, mas é ainda melhor. Não sobrou nada, claro.
Para continuar a refeição, ela quis pedir uma tábua de queijos, mas eu achei que preferia uma refeição mais própria para almoço e portanto pedi um prego em bolo do caco de alfarroba. Afinal, arrisquei bastante neste almoço.
       Percebemos ao chegar que, numa próxima vez, temos que fazer reserva. O restaurante estava completamente lotado. A seguir a nós, já vimos várias pessoas ter que escolher outro local. Tivemos sorte. Ficámos na parte da esplanada, mas a verdade é que o aquecimento era excelente, por isso não tivemos frio nenhum, mesmo estando em Sintra e mesmo estando a chover. O espaço é resguardado e torna-se um acolhedor forno para receber quem os visita. A decoração é uma mistura do moderno, com o antigo. Acolhedor é a palavra que escolheríamos para definir.
       Há várias opções vegetarianas, o que é excelente. Tinha várias opções para acompanhar a tábua de queijos, mas a verdade é que eu (Telma) já não tinha espaço para mais comida. Estava tudo delicioso e foi mesmo caso para rapar o tacho. Bom, no caso, rapar as tábuas. Tábuas essas que são como as nossas aqui de casa, da gradirripas. Descobri que, ao contrário do que pensava, afinal gosto de passas, se as comer com queijo e noz. Uma delícia que eu desconhecia por completo! Havia queijo da serra, queijo de ervas… Enfim, têm mesmo que experimentar! Para acompanhar o petisco, pedi uma cerveja artesanal. Um risco, já que não costumo apreciar cerveja. Afinal, só não aprecio no caso de não ser uma cerveja artesanal. Caso não tenham experimentado, recomendo que experimentem a cerveja artesanal SIN SeteAis, que ainda por cima tem um carimbo português, mesmo ali de Sintra!
       Eu (Pedro) fiquei com muita vontade de experimentar outras tábuas. No entanto, há que referir que não me arrependo de ter experimentado este prego, em nada a ver com os que costumo comer em roulotes. Este vinha servido em bolo do caco, mas não um qualquer. Este é um bolo do caco com alfarroba, servido com rúcula e queijo da serra. É mesmo de salivar! E a mostarda é mesmo pura, por isso não foi do meu agrado, mas a Telma achou que era divina. Devo estar mais para o industrial no que toca a mostarda, claramente…
       Em suma, já devem ter percebido, que recomendamos vivamente este local. Ideal para ir com a família, com os amigos para um brunch, para um momento mais romântico. Não se esqueçam é de marcar com antecedência ou ainda acabam mesmo na rua, ao invés da porta do estabelecimento onde ainda podem ser muito bem atendidos num ambiente muito familiar!
Já visitaram este local? O que acham?
 

Localização, contactos e horários:
Morada:
Tábuas, em Sintra [ver no mapa]
Rua Padre Amaro Teixeira, Várzea de Sintra.

Contactos: 910 981 043 @tabuasfood

Horários:
2ª, 3ª, 4ª fechados. 5ª 19h às 23h. 6ª 12:30h às 00h.
Sábado: 11:30- 00h.
Domingo: 11:30h às 23h.